terça-feira, 8 de junho de 2010

Aprendir a deixar Deus me moldar

“E te lembrarás de todo o caminho pelo qual o Senhor teu Deus tem de conduzido durante estes quarenta anos no deserto, a fim de te humilhar e te provar, para saber o que estava no seu coração, se guardaria ou não seus mandamentos” Deuteronômio 8:2

Eu precisava entender e por fim entendi que Deus é soberano e que no dia em entreguei minha vida a Ele, Ele realmente passou a comandar meus propósitos. O apóstolo Paulo diz em Romanos 8:33 : “Aquele que nem mesmo a seu próprio filho poupou, antes o entregou por todos nós, como não nos dará também com ele todas as coisas?”

Sinto hoje, que esse deserto já está acabando, algo no mais íntimo do meu coração me diz que vem chuva de bênçãos por aí. Hoje, posso dizer que tenho prazer nas minhas fraquezas, porque nunca vi Deus tão de perto. Nunca senti Deus tão profundamente no meu coração. Como é maravilhoso estar aos pés do Senhor sem reservas. Não me importo com cargos, com ministérios, quero é estar aos pés do Senhor. Quero é estar sempre fazendo algo para Ele. Porque sei que o bem mais precioso que tenho está dentro de mim e não fora. Está dentro do meu corpo que ele chama de templo. Cada um de nós é uma “igreja ambulante”.

Estou entendendo que a vida com Deus é feita de mudanças, de consertos e de transformações. De testemunhos diários, pequenas rações da Palavra que engolimos e colocamos em prática. Não é complicado viver segundo os caminhos do Senhor. Complicado é negarmos a nós mesmos, a nossa natureza  tão pecaminosa. Mas, tudo podemos naquele que nos fortalece. Os evangélicos e até ímpios usam esse famoso versículo (Filipenses 4:13) para conseguir e até exigir de Deus bênçãos, mas tente usar Ele quando tiver de perdoar ou encarar uma situação muito diícil.
Diga para você mesmo: Eu posso mudar, eu posso suportar, eu posso, resolver, eu posso esperar, porque Ele me fortalece.
Muitos estão dentro da igreja e acham no seu íntimo que são santos porque não pecam. Ou se pecam, conformam-se ao seu jeito, a sua personalidade. Quero dizer que Jesus não se conforma. A obra que Ele tem nas nossas vidas é contínua (Filipenses 1:6) A libertação e a cura interior devem fazer parte das nossas vidas, a cada culto, a cada ministração, a cada deserto. Não podemos achar que estamos bem, porque se olharmos no espelho e o nosso espelho é Jesus, veremos o quanto precisamos mudar. O quanto nosso procedimento é falho, o quanto somos invejosos muitas vezes, ciumentos, faladores, negligentes quanto à busca pelo Senhor.
Não podemos usar máscaras diante de Deus. Ele sonda e conhece nosso coração, sabe as nossas fraquezas. Temos um Deus que tudo pode fazer. Não podemos nos conformar com a nossa personalidade, precisamos de cura de caráter. Não pense que Deus já terminou de fazer a obra na sua vida. Ele quer que você chegue a perfeição, ele quer que você chegue a ser como Ele, perfeito.
Em 1 Pedro 1:14, o Espírito nos exorta a não nos conformarmos com a concupiscência que tínhamos na nossa ignorância, mas que sejamos santos, porque Cristo é santo. E santos em todos os procedimentos. Grande caminho a ser percorrido, né? Mas temos de dar o primeiro passo.
O primeiro passo é sair da média. É experimentar a providência de Deus na nossa vida. É inconformar-se com a realidade e querer mais de Deus, porque Ele quer mais de nós. Quando olhamos para nossos lideres, louvamos ao Senhor por serem tão usados pelo Espírito Santo. Mas tudo tem um preço... Procure saber qual foi o preço pago por essa pessoa que você tanto admira espiritualmente. Há renúncias, há sacrifício... Não falo de dor, nem de promessas, nem de jejuns intermináveis.
Estou falando de ousadia para mudar, esforço para deixar o Espírito matar a nossa carne. Não é nada fácil renunciar a vontades. Sabemos que a maioria dos homens de Deus, aqueles que realmente entregaram seus caminhos nas mãos do Senhor abriram mão de muitas coisas. Muitos sacrificam momentos de lazer com a família, momentos de descanso, para fazer a obra. São ungidos e usados, mas tiveram de pagar um preço de provações, de desertos para conhecer Deus mais de perto.
Parece uma incoerência, né? Quanto mais sofro, mais vejo Deus... Li uma história, em um livro que uma pessoa muito especial me emprestou , que diz assim: Deus faz conosco o mesmo que os pais fazem com os bebês quando eles começam a andar. O pai segura um brinquedo e vai andando para trás para que a criança firme seus passos e vá em direção ao pai e ao brinquedo. Quando buscamos uma benção, o Senhor se afasta para que cheguemos mais perto dele, para que possamos dar passos firmes em direção ao seu amor”. É por isso que muitos murmuram dizendo que a benção demora. Não é a benção que demora, nós é que estamos longe de sermos alcançados por ela. Deus faz isso para o nosso próprio bem. Romanos 3:11 responde: “ Não há quem busque a Deus”. Essa é a nossa natureza que precisa ser mudada.
Está na hora de os crentes pararem de viver de “caixinha de promessas” e realmente conhecerem a Jesus. Sair do Santo Lugar e viver no Santíssimo Lugar. Precisamos de um arrependimento genuíno, essa é a porta de entrada para que Deus nos mude. Renunciar a tudo o que somos e principalmente àquilo que consideramos ser nossa justiça. Isaías disse que nossas justiças são como trapo de imundícia (64:6). Chega de visitações, Deus não faz visitas, Ele faz moradas!
Há alguns dias acabei de ler um livro de Rick Joyner, cujo título é “Havia Duas Árvores no Jardim”. Quero transcrever aqui um trecho que muito falou ao meu espírito e tenho certeza de que falará ao seu:


“Quando o Tabernáculo de Moisés foi construído, usou-se madeira de acácia para construir os móveis do átrio exterior. A madeira de acácia é retorcida, espinhosa e difícil – usada como simbologia típica da natureza do homem caído. Esses móveis eram colocados expostos pela luz natural do sol. Os moveis que estavam no Lugar Santo também eram feitos de madeira de acácia, só que cobertos de ouro. O ouro, sendo incorruptível, é simbólico da natureza divina. A única luz no Lugar Santo era fornecida por azeite queimando numa lâmpada: o azeite de oliva é símbolo do Espírito Santo. No Santo dos Santos, o compartimento mais interior onde o Senhor habita, o trono da misericórdia, é de ouro por dentro e por fora. A luz fornecida no Santo dos Santos é a própria presença de Deus. Nosso Seus é fogo consumidor (Hebreus 12:29). Se a madeira de acácia tivesse sido exposta ao fogo da glória de Deus sem ter sido coberta por ouro, ela teria sido consumida. Santificação é uma exigência para ver o Senhor”.


O que podemos entender? A verdade é que é uma honra ser tratado por Deus. Sentir o cuidado de Deus. O profeta Oséias sempre exortava o povo a conhecer realmente o Senhor, sair do raso e mergulhar no profundo, mas ele também não escondia que para isso o Senhor nos despedaçaria e nos sararia, Ele mesmo faria a ferida e depois ataria a enfermidade (Oséias 6: 1-3) A promessa que temos é que depois de tudo isso, o Senhor viria sobre nós como a chuva serôdia que rega a terra. Chuva serôdia é aquela que vem fora do tempo. Deus nos surpreende. Bênçãos vêm quando menos esperamos, porque nosso Pai faz surpresa, fora do tempo.
Precisamos estar revestidos do Senhor por dentro e por fora. Precisamos tirar o nosso eu e colocar Jesus!!!!! Aí sim, quando olharmos no espelho que é Jesus, se cumprirá a promessa que está em 2 Co 3:18: “Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem , como pelo Espírito do Senhor”

3 comentários:

Mary disse...

Paz & Graça Amado,


Deus muito tem te usado para falar com seus
filhos, continue assim, sempre realizando as obras do Senhor. Deus te abençõe ricamente.

Moises Souza disse...

Obrigado Amada que toda honra e toda glória seja dada ao nosso Deus

kesia bitencourt disse...

Palavra abencoada .. continue sendo usada pelo senhor jesus..

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Galera com Atitude

Reflita

“Se eu encontro em mim um desejo que nenhuma experiência desse mundo pode satisfazer, eu só posso concluir que eu não fui feito para este lugar".

C.S.Lewis

Postagens populares